sexta-feira, 13 de novembro de 2009


Ela chega...
Muito tarde...
Descalça se...
E pé ante pé
Dirige se ao quarto...
Ele está acordado... ela sabe!
Ele sente os movimentos dela...
Deitado na cama de barriga pra baixo...
Com a cabeça apoiada nos ante braços.
.
Ela entra no escuro do quarto ...
E "esconde se" na casa de banho...
Despe se, entra no duche,
E anseia por encontrar o calor do corpo dele...
Pronta, abre a porta da suite,
Deixa a luz acesa e encosta a porta
De maneira a iluminar suavemente o quarto.
Pára. Mantém se estática á entrada do quarto...
Em silêncio... Espera...
Consegue ouvir a respiração dele...
Passam poucos minutos
E ele ergue finalmente a cabeça...
.
Procura a...
Chama a...
Descalça, nua, ela vai...
Senta se na beira da cama.
Ele pede lhe um beijo,
Ela concede...
Ele questiona:
"Bebeste? Cheiras a álcool..."
Ela mente:
"Não, lindo..."
Sorriem... cúmplices...
Ele senta se na cama...
Puxa a ...
Ela resiste... a custo...
Ele beija lhe o ombro delicado...
Afastando o cabelo molhado com uma mão
E num sussurro confessa:
"Estava á tua espera, é tão tarde..."
Ela:
"SSSHHHHIIUUU BEIJA ME!!"
.
.........
Beijinho*

6 comentários:

Marcelo Mayer disse...

trocou o sofá e a tv pelo último romance

DoceSussurro disse...

Marcelo Mayer
Se não tivesse sido eu a escrver, revelaria o autor :)

Lídia Amorim disse...

sensual...

bjokas e bom fim de semana

Susaninha disse...

:):):):)
Que delicia...Hummmmmmmmmmmmm:):)
Acho que hoje vou chegar tarde..iihiiih:)
SUUUUUUrrisinhos:)

Marjane disse...

Que lindo. :)

Muito delicado.

Beijinho

DoceSussurro disse...

:)*