quinta-feira, 24 de novembro de 2011

.

.
Em primeiro lugar quero agradecer os comentários que recebi no post anterior. É bom receber o vosso apoio nesta fase difícil da minha vida, mesmo virtual. :) 

Ontem, passado 1 mês de separação, estivemos juntos. Íamos tomar um café... Acabamos por jantar juntos, porque quando demos por ela já eram 21h. Ele, o cavalheiro de sempre, não me deixou gastar 1 cêntimo. Veio me buscar ás 19h. Falou, falou, falou, ele que andava tão calado ultimamente... Falou do trabalho, da família, de tudo e de nada...perguntou me pelo meu trabalho, pela minha família... E depois, finalmente, a custo, falou de NÓS.
Disse me que vou ser sempre a "Sarinha" pra ele, que gosta de mim, mas que deixou de me amar. Que andou a lutar sozinho, durante algum tempo, e que isso o desgastou muito, mas que 'neste momento' precisa de estar só. Diz que tem saudades minhas,("claro" - diz ele). Diz que pensa em mim, mas que não quer partilhar nada com ninguém.
Então perguntei lhe se ao dizer 'neste momento' ele queria dizer que talvez, quem sabe, se possa vir a arrepender desta decisão.. E se era suposto eu ficar á espera desse possível arrependimento... (????) O que ele prontamente negou: "Não. Tu deves seguir a tua vida. Vou estar sempre aqui pra te ajudar no que puder. Mas quero seguir em frente, e quero que tu sigas em frente também."
Foi bem claro. Finalmente.Percebi que é mesmo isto que ele quer. Seja.

(continua..)

Beijinho*

10 comentários:

Sonhadora * disse...

Não vi o teu último post... :s Querida por muito que sofras acredita que tudo acontece por uma razão... Força ***

ana disse...

Docinha, custa tanto, eu sei. E acho que ainda custa mais quando há esse carinho, quando não temos a raiva para nos agarrarmos a ela e seguirmos em frente. E foi meia vida juntos. Mas tu vais reencontrar o teu caminho, vai, vais. Agora tudo parece assim meio perdido, deves estar ainda a pensar se tudo isto é um pesadelo. Mas irás encaixar todas as peças desse puzzle e vais começar a reconstruir a tua vida, acredita que sim. Quando deres por ti já tens novas rotinas e, embora se sinta sempre saudades da vida anterior, vais começar a dar sentido a uma nova fase.

Muita forcinha! Qualquer coisa, estou deste lado :)

Susaninha disse...

SUUUUUssurinhas como custa...NEM TENHO PALAVRAS.
Sei que doí...
Nem tenho palavras...


Quero deixar-te um miminho especial...

nuno medon disse...

Olá. É certo que isso está a custar-te..custa sempre, mas dou-te os Parabéns, a ti e a ele por se falarem como grandes Amigos e isso é muito bom. Tenho lido um blog em que a rapariga nunca conseguiu isso que descreves no teu texto. Namorou 3 ou 4 anos com o ex-namorado e ele nunca lhe ligou para irem tomar um café, nunca se aproximou com a intenção de serem amigos. E ela sente a falta dele, sente a falta daquilo que os dois conseguiram ontem. Bem sei, que preferias namorar com ele, mas se ele assim quer, o melhor que tens a fazer é seres amiga dele, e tens a vantagem de poderem tomar café, quando um encontro igual ao de ontem, se proporcionar. Pensa nisto.... beijos e um abraço . Sara é um lindo nome.

Nutella disse...

é a primeira vez que ca venho, mas desejo-te toda a sorte do mundo. segue em frente :)

Jana disse...

Nem sei o que te dizer....

caracóis disse...

Agora talvez seja dificil aceitares como fonte de ânimo mensagens que digam que isso passa e qua vais ficar melhor, mas eu sei que passa e que vais ficar melhor. A minha história é igual à tua.

Nokas disse...

Pensa no que é melhor para ti!

Green disse...

Bem... nem imagino o que sentiste naquele momento, ou o que possas estar a sentir neste momento, mas resta-me dar-te a maior força!

Things disse...

acho que se fosse comigo não teria estufo para ir jantar com ele:$
sempre que termino uma relação seja ela duradoura ou não, deixo de falar com essa pessoa.
Tirando este desabafo para o lado, espero que consigas passar esta fase e que reencontres um novo caminho.
beijinhos.